Cada vez mais as empresas estão descobrindo que é necessário despertar o melhor dos seus funcionários, estimulando sua espiritualidade e investindo na sua felicidade. A ideia, em grande parte das empresas ainda é rejeitada, porque há o entendimento de que está diretamente ligada a práticas religiosas, podendo ocasionar influências negativas e gerar conflitos internos, além da queda de produtividade.

Leia mais…