Quem é que não tem seu bicho de estimação. Uns preferem gatos, outros cachorros e por incrível que pareça tartaruga.

Os animais alegram o ambiente, somos bem recebidos pelos cachorros, o nosso cachorrinho faz uma festa quando chegamos em casa.

A identificação com os animais é tão grande que, algumas pessoas costumam levá-los para passear de carro.

É necessário entender como a lei de trânsito orienta o transporte de animais. Não é simplesmente colocá-lo dentro do carro e viajar.

É necessário conhecer às leis para não receber as tão temidas multas de trânsito.

Você sabia que transportar animais sem acessórios específicos é proibido?

Segundo o artigo 235 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é infração grave conduzir animais nas partes externas do veículo, estando o condutor sujeito a notificação de 5 (cinco) pontos na CNH e multa de R$ 195,23, além da possibilidade de retenção do veículo.

Já o artigo 252 alerta para os casos nos quais os animais são transportados à esquerda ou entre os braços do motorista, sendo tal ação considerada infração média (4 pontos na CNH) com multa de R$ 130,16.

Quais acessórios são necessários para o transporte de animais? Há diversos acessórios, como por exemplo: caixa de transporte, coleiras que já vem acompanhada de adaptadores que se transforma em cinto de segurança.

Então, fiquem atentos. Ao saírem para passear com o animalzinho de estimação de carro, coloque os acessórios necessários.

Evite prejuízo no bolso e viva feliz.

CLEVERSON PEREIRA DO VALLE

Pastor – Escritor e Palestrante

Email: cleversonvalle@gmail.com