“Ninguém morre de amor!!” Será?

*Por Fabiana Navas

Acredite, não morre… Mas sabemos que de nada adianta ouvir isso quando estamos passando pelo processo de término de um relacionamento. Depois do término, ao passar dos dias, vem aquela pergunta que não sai da cabeça, como esquecer um grande amor?

É exatamente sobre isso que vamos falar hoje. Mas já adianto que infelizmente não existe uma fórmula mágica, e que, cada pessoa deve agir conforme aquilo que lhe faz bem. O que pode, e deve, ser feito, é buscar o entendimento do término para que o ciclo possa ser fechado e você se sinta pronta para iniciar outro.

Não importa o que aconteceu para chegar a esse ponto, quando existe sentimento, o fim é sempre triste, e, junto com a tristeza, vem a frustração de planos que não deram certo, saudades daquele alguém, saudade da rotina que existia, angústia por não saber como vai ser daqui pra frente, sem falar naquele monte de dúvidas que ficam nos assombrando…

Acredite, você não é a única pessoa que passou ou está passando por isso. Após muitas conversas e atendimentos com pessoas que passaram pela mesma situação, senti a necessidade de falar sobre isso e levantar alguns pontos que considero importante.

É possível enxergar o término de maneira saudável?

Temos que entender que todas as pessoas que passam por um término devem ter consciência que a vida é feita de ciclos.  Tudo se renova, empregos, amigos e amores… Entendendo isso você conseguirá superar com menos dor.

Outro ponto importante é olhar para a relação terminada não como algo que não deu certo e sim algo que deu certo até o momento.

Sim, permita-se chorar, isso é uma forma de desabafar, afinal tentar suprimir a dor e a tristeza não faz com que elas diminuam ou desapareçam, e, em médio prazo, o efeito pode ser exatamente o contrário. Porém, entenda que isso não pode ser por período longo….

Agora, depois de viver a “fase do luto”, depois do término de uma relação, é preciso encontrar forças para seguir em frente, e apelar para o lado racional é uma ótima forma. Entender o que não deu certo, o porque não deu certo e aceitar que foi melhor assim são fases desse processo. Depois deste período é hora de levantar e seguir em frente

1) Aprenda a ser a sua melhor companhia

É comum que, depois de um tempo de relacionamento, as pessoas vão se adaptando a vida e a rotina do outro, não existe nada de errado nisso, é uma atitude super natural de pessoas que querem construir uma história juntas.

E agora? Como serão os finais de semana?

Toda essa transformação pode gerar sentimentos de solidão fazendo com que você vire, uma barata tonta dentro da sua própria vida.

Por isso, a primeira lição para quem quer saber como esquecer um grande amor é entender que você é a sua melhor companhia, e que não é preciso ter aquela pessoa do lado para ser feliz e completa. Pensando dessa forma, com o tempo você vai descobrir o lado bom dos momentos de paz e que são só seus – e não vai querer abrir mão deles.

2) Trabalhe a sua autoestima

É comum que um término de relacionamento dê uma abalada na autoestima, afinal a autoestima está ligada não somente à questão física, mas à habilidade de fazer com que as coisas deem certo.

Por isso, quando um amor chega ao fim, há o sentimento de frustração e incapacidade, e eles devem ser trabalhados para que não abalem a sua autoconfiança.

Portanto, para quem quer entender como esquecer um grande amor, a dica é o seguinte: coloque na sua agenda atividades que lhe fazem bem, que despertem em você uma vontade de fazer dar certo.

Muitas pessoas recorrem a dar uma repaginada no visual, o que é ótimo porque remete a mudança e isso também nos deixa mais lindas e confiantes e esse carinho no ego faz muito bem, obrigada.

3) Ficar em casa não ajuda a esquecer

Sabe aquelas amigas que se oferecem para ir na sua casa depois do seu término, comer pizza, tomar sorvete e assistir filmes de sessão da tarde? Aceite!! Isso será ótimo. Mas também é importante sair de casa e ver o que está acontecendo no mundo.

4) Um amor pode, sim, curar o outro

Há quem diga que não, mas eu acredito sim que um novo amor pode, curar o outro. É claro que eu não estou falando para você conhecer alguém um dia depois do término, nem sair desesperadamente em busca de outra pessoa… Mas se fechar a novas possibilidade não vai te proteger de outras frustrações, então é mas é importante se manter aberta para possibilidades.

Por isso, se você quer descobrir como esquecer um grande amor, pode até fechar as portas por um tempo, se você achar necessário, mas deixe as janelas abertas. Quem sabe os bons ventos não sopram?!

Simples, né? Mas, viver é simples, a gente é que complica…

  https://www.facebook.com/CoachFabiNavasDescubrase/

  https://www.instagram.com/Fabi_ClubDescubrase/

 

3 Comments

  1. Ana Paula Nogueira - Psicóloga

    30 de maio de 2017 at 23:19

    Texto maravilhoso!!! Parabéns pela sua forma de pensar e ajudar as pessoas! ?

    • Fabiana Navas
      Fabiana Navas

      30 de maio de 2017 at 23:31

      Gratidão Ana Paula! Quando nos descobrimos, nos tornamos pessoas mais felizes!! Um forte abraço!

  2. Excelente reflexão.Parabéns Fabiana !!!Vou replicá-lo para os amigos.Um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2018 Literare Books

Theme by Anders NorenUp ↑