Você já pensou em qual tipo de ambiente você cria à sua volta? Conheci esta abordagem em novembro de 2014, em um evento para conhecer os fundamentos e acabo de me certificar como Coach usando a metodologia Thinking EnvironmentTM. Podemos ouvir para iluminar o pensamento do Outro ou para responder, questionar ou perguntar. Ouvir mesmo, de verdade…

Quando ouvimos com a intenção de acender (despertar) o pensamento da outra pessoa, ajudamos a outra pessoa a pensar melhor. O fenômeno dos neurônios espelho confirma o quanto interferimos nos pensamentos uns dos outros.

E o que ganhamos com isso? Uma sociedade melhor. Melhores e livres pensadores tem o poder de gerar ideias para resolver as questões que surgem dia após dia.

Nancy Kline, como professora e consultora, estudou o pensamento e a interação entre as pessoas e transformou seu conhecimento e sua experiência em uma metodologia chamada The Thinking EnvironmentTM.

Thinking EnvironmentTM (se traduzido, seria Ambiente de Pensamentos) está alicerçado em 10 componentes, que são os seguintes:

1. Atenção – Ouvir com respeito e sem interrupções (grifado de propósito). Você certamente já foi interrompido e ao retomar a fala, disse “Onde mesmo eu estava? O que eu estava falando?” Nancy diz que nossos pensamentos vêm em ondas e ao sermos interrompidos, perdemos a onda do pensamento. A qualidade da atenção afeta profundamente a qualidade do pensamento da outra pessoa.

2. Igualdade – Tratar-se como “parceiros de pensamento” (thinking peers). Oferecer atenção e oportunidades iguais (saber que você terá a sua vez, aumenta a qualidade da atenção).

3. Tranquilidade – Estar livre de pressões internas e urgências.

4. Apreciação – Oferecer reconhecimento genuíno das qualidades de uma pessoa (algumas pesquisas indicam que a razão seria de 5 reconhecimentos para 1 crítica). Sugere-se 3 elementos para essa apreciação: sucinta, sincera e específica. Nosso pensamento melhora na presença de apreciação.

5. Sentimentos – Permitir a liberação emocional (raiva, choro, riso, etc.) suficiente para restabelecer o pensar. Nancy Kline diz que a expressão de sentimentos limpa o pensamento. Seja chorando ou rindo, ao nos permitirmos viver este momento, nosso pensamento retoma o fluxo. Sem que alguém nos console, sendo simpático, e interrompa o fluxo dizendo “não fique assim”, “vai passar” etc.

6. Informação – Fornecer os fatos e desarmar a negação.

7. Encorajamento – Encorajar o outro a ir além do limite de suas ideias.

8. Diversidade – Assim como a realidade é diversa, nossa mente trabalha melhor na diversidade. A homogeneidade é um inibidor do pensar.

9. Questões IncisivasTM– Ao remover as suposições que nos limitam, podemos pensar por nós mesmos, de forma clara e criativa.

10. Lugar – O ambiente físico onde acontece o diálogo precisa transmitir às pessoas que elas são importantes. Quando o corpo é cuidado e respeitado, o pensar floresce.

Após conhecer e aplicar esse conceito em várias atividades com grupos e individualmente, no coaching, posso dizer que essa metodologia é muito mais do que uma metodologia. É uma filosofia de vida, uma forma de viver!

E agora, vamos cuidar do ambiente que geramos ao nosso redor?

Vamos apreciar mais as pessoas com as quais convivemos? Nem que seja por egoísmo… para que nossos pensamentos melhorem… e os delas também… e o mundo será melhor para todos!!!

Referências

Apostila do Curso The Thinking EnvironmentTM Foundation

Nancy Kline – Livro “Time to Think– Listening to Ignite the Human Mind”, Octopus Books, 2015

Para saber mais:

Página da Time toThink – http://www.timetothink.com/learn/articles/ (em inglês)

Originalmente publicado em
http://eduvir.com.br/novo/meus-pensamentos-seus-pensamentos-criando-um-ambiente-propicio-aos-pensamentos/