Autor: Reinaldo Polito

Dá para fazer melhor

Talvez você já tenha ouvido falar do Guarda Luizinho. Ele trabalhou como guarda de trânsito nos anos 1970 em frente ao prédio do Mappin, no cruzamento da Rua Xavier de Toledo com a Praça Ramos de Azevedo.

Numa atividade onde tudo é feito sempre da mesma maneira ele conseguiu se destacar. Se um carro parasse sobre a faixa de pedestres, de maneira bem-humorada abria as portas dos dois lados do veículo e pedia que algumas pessoas passassem por dentro. Conseguiu se destacar e deixar seu nome na história por causa do seu jeito próprio de ser.

Leia mais…

Aprenda a falar de improviso

Falar de improviso, ao contrário do que algumas pessoas imaginam, não significa falar sem conhecer o assunto. Se uma pessoa se atreve a falar em público sem ter informações sobre o tema que irá transmitir, o adjetivo mais benevolente que poderíamos lhe atribuir é o de irresponsável.

Leia mais…

5 regras para ser bom de papo

09- Sou ruinzinho de conversa.

– Ruinzinho como?

– Ah, ninguém presta atenção no que eu falo.

– E o que você fala é interessante? Você ouviria alguém que fala como você?

– Sei lá. Acho que todo mundo conversa do mesmo jeito. Nunca pensei nisso.

– Então, vamos ver se você segue as cinco as regras básicas da boa conversa.

– Ué, e desde quando conversa tem cinco regras básicas?

Leia mais…

Seis regras simples para ter sucesso com a comunicação

1 – Conquiste a atenção dos ouvintes logo no início.

Se você não conseguir conquistar a atenção dos ouvintes logo no início, dificilmente será possível reverter a situação ao longo da fala. Você deve planejar bem o que pretende dizer no início para conquistar rápido a atenção.

Alguns recursos excelentes para conquistar a atenção: mostrar o benefício que os ouvintes terão com a mensagem. Contar uma pequena história interessante. Lançar mão de uma frase de impacto. Fazer uso da presença de espírito, exagerando uma informação para transformá-la em um fato bem-humorado. Instigar com uma reflexão relevante.

Leia mais…

Ouvir é importante. Sem dúvida. Nem tanto.

O texto de Rubem Alves sobre “escutatória” faz muito sucesso. É um texto excepcional. A competência do escritor nos estimula a refletir sobre a importância do silêncio. Mostra como podemos aprender sem dizer palavras, e, por incrível que possa parecer, sem ouvi-las. Basta deixar que o silêncio de fora se encontre com o silêncio que está dentro de nós mesmos.

Leia mais…

Como apresentar e aprovar um projeto

Para apresentar e aprovar um projeto você precisa considerar as características e anseios das pessoas responsáveis pela avaliação. Ao se preparar para defender um projeto, o primeiro passo é descobrir que vantagens poderiam interessar aos responsáveis pela sua aprovação e elaborar a exposição nesse sentido.

Leia mais…

© 2019 Literare Books

Theme by Anders NorenUp ↑