Valor e preço são coisas bem diferentes, não? É simples comparar preço, mas quando nos apegamos a fatores intangíveis, como tranquilidade, certeza de resultado, produtividade, economia, satisfação total, não tem preço que pague. Pagamos mais, quando recebemos tudo isso, não?

Se você ainda diz não, não pense em produtos, pense em pessoas. Aqueles que ganham mais, são aqueles que fazem mais do que o que são pagos para fazer, acredite! É assim que as empresas determinam seus fatores de meritocracia, onde vence quem faz por merecer.

Merecimento é uma questão crítica na valorização das pessoas. Há gente que merece muito mais do que tem, mas será que sabe mostrar o seu valor, ou se anula por erros primários de marketing pessoal? Você faz tudo escondido, deixa tudo em ordem, trabalha demais pelos outros, faz a tarefa do coletivo e não se dá a devida importância para alavancar sua carreira? É louvável, mas pouco inteligente. O melhor vendedor é aquele que grita mais alto, fala com mais pessoas, mostra seus diferenciais. Quem sabe se vender, nunca está vendido, eu sempre digo.

Quero deixar algumas dicas de vida, de vendas, de marketing pessoal que poderão ajudar você a ser valorizado, reconhecido, comprado e indicado.

  1. Considere que todos somos produtos na prateleira de um supermercado, ou seja, alguns são comprados e outros perdem o prazo de validade. Portanto, mostre-se, apresente seus diferenciais, apareça mesmo que tenha que vencer bloqueios como falta de popularidade, timidez, comunicação ineficaz. Não perca tempo, pode ser isso que o faz ficar para trás.
  2. Produtos bem vendidos são produtos mais oferecidos. Crie vínculos com as pessoas, sem ser pegajoso, interesseiro, falso. As pessoas gostam de pessoas que são iguais a elas, é um fato que precisa considerar e terá que usar isso a seu favor. Por exemplo, analise o comportamento do grupo em que se inclui, note os perfis diferentes de pessoas, aprendendo com as diferenças. Mas não seja diferente simplesmente. Procure se modelar a cada situação, pois os que vencem são simples quando o meio em que se vive é simples, mas conseguem sofisticação, quando lidam com pessoas sofisticadas. Seja você mesmo, mas tenha muitos de si para se modelar ao meio em que quer se vincular.

Quando as pessoas falam de você, e bem,  pode  ter certeza que estão lhe dando o direito de liderar. Liderança não é cargo, é uma condição para mudar o rumo das coisas, melhorando a si mesmo e ajudando os  outros a melhorarem também.

Você não é melhor do  que ninguém,  assim  como  um produto   concorrente   pode ser  tão  bom  quanto  o  que vendemos.    Não adianta criticar os outros, isso não o faz melhor do  que  eles, mesmo  que  tenha mais  experiência ou conhecimento. A melhor parte do líder é a humildade e a atitude  positiva  que  ele  carrega  para ajudar  as  pessoas  a  cooperarem consigo. O líder não é nada sozinho, dizem os mais sábios. Ninguém vence sozinho, posso garantir.

Aprenda com a equipe. Um vendedor campeão tem dezenas de mentores pelo caminho. Mesmo em vendas, a área mais solitária do mercado, o profissional precisa aprender com o mundo exterior.  Um vendedor  sem amigos,    sem    referências, sem  mentores,  se  torna  um grande  e  artificial  carregador  de  pasta.  Aqueles  que acham  que  sabem  tudo,  e isso é muito normal no mundo das vendas, esses sim não sabem  o  quanto  poderiam aprender se trocassem ideias com os colegas.

Valor é percebido  pelo  que somos, não pelo que falamos que somos. Marketing é isso, quando  fazemos  propostas de valor e conseguimos, com essas,  interessados.  Marketing pessoal para se destacar é  fundamental,  portanto,  o meio em que vive, o nível de vinculação que  cria  com  as demais  pessoas,  com  clientes, com sua equipe, dependerá  diretamente  do  quão interessante  você  se  tornou ou se tornará a cada dia.

Informação é poder. Quem não  tem  informação,  não atrai atenção. Um vendedor que não conhece o produto ou serviço  que  vende, não vende. Há pessoas que não vão  em  busca  de  conhecimentos,  de  habilidades,  de competências  novas.  Estudar  muito,  o  tempo  todo  é a nova lei do mercado nessa década de 10. Nos anos 20, muito do que você aprende hoje não lhe será mais útil, mas  nem  por  isso  deve  interromper sua evolução.

Anuncie suas  ideias.  Quem mostra o seu  valor,  mostra o  quão  inovador  pode  ser.

Criatividade   e  humor  determinam o quão longe você chegará. Criar coisas novas, descobrir  atalhos,  rir  de  si mesmo quando erra, são ferramentas dos melhores vendedores,     empreendedores, desbravadores.   Mostre seu valor hoje mesmo e use essas ideias para vender, caso seja sua profissão de eleição. Sou vendedor, antes de tudo. Adoro praticar esses sete caminhos  todos  os  dias,  pois fazem sentir-me vivo, atual, líder, uma pessoa de valor.

Pense nisso e muito sucesso!

Marcelo Ortega

Palestrante e vendedor. Autor diversos livros, entre eles, Sucesso em Vendas, bestseller editado pela Saraiva. Assistido por mais de 900 mil pessoas nos últimos 14 anos. Realiza palestras, workshops e treinamentos no Brasil todo. Tem um dos maiores portais de conteúdo na área comercial www.marceloortega.com.br e é idealizador do portal www.cafedovendedor.com.br

→ Aproveite ao máximo o conteúdo deste artigo com nossas indicações de leitura