As empresas e os vendedores precisam inovar para vender mais. Os clientes querem ser surpreendidos e buscam agilidade. As informações surgem de forma instantânea, as novidades chegam rápido. A ansiedade em esperar a resposta de uma carta escrita e postada nos Correios é coisa do passado, hoje, se a resposta demorar cinco minutos ou mais gera a mesma expectativa que antigamente podia demorar até meses.

Alguns vendedores já estão adotando ferramentas e aplicativos de mensagens instantâneas para a comunicação com os clientes. Excelentes ferramentas disponíveis e, sim, os clientes recebem e leem.

O perigo surge quando acontece o primeiro ruído na comunicação. Em minhas palestras e aulas, falo muito sobre a importância do relacionamento entre vendedores e clientes por meio de uma boa comunicação. Em um relacionamento pessoal, quando surge algum ruído na comunicação, surge a “DR” (discutir o relacionamento). Quando há ruído entre o vendedor e o cliente, a negociação é prejudicada.

Em uma venda presencial é comum acontecerem ruídos durante uma venda – um relacionamento – agora, imagine em uma venda via WhatsApp! O cliente pode ler e interpretar o texto como ele desejar, no tom que ele quiser. Uma palavra digitada errada e é possível perder o cliente para sempre.

Cinco motivos para não usar o WhatsApp para vender:

1º Uso de grupos
Quando cria-se um grupo no WhatsApp, todos podem e irão escrever. O risco de gerar discussões ou o grupo perder o foco é quase 100%. Cuidado!

2º Conteúdo
Cuidado com imagens, com o direito autoral do conteúdo. Também precisamos ter cuidado com “memes”, assuntos diversos e polêmicos. O cliente pode aplicar uma arapuca, iniciando um assunto polêmico como por exemplo sobre futebol, religião ou política. E o que fazer? Imagine o risco!

3º Mão de obra
Quando inovamos usando por exemplo o WhatsApp para vender, os clientes acham que estamos disponíveis 24 horas por dia e sete dias por semana. Sim, eles têm razão. Afinal, é uma ferramenta instantânea e o cliente consegue visualizar se a mensagem foi entregue e recebida e aguardar uma resposta instantânea. Você estará preparado e disponível 24 horas por dia?

4º Começou, não tem volta
Se você divulgar esse serviço de atendimento e relacionamento com os clientes, não terá volta. Depois de iniciado é difícil desistir, mesmo que dê errado.

5º Ligação via WhatsApp
Por diversos motivos e o principal por economia, os clientes podem e irão ligar via aplicativo. A sua internet 3G ou 4G está preparada para atender com qualidade estas ligações? Uma ligação de péssima qualidade aumenta as chances de ruídos na comunicação e o cliente pode ficar irritado, procurando o concorrente por insatisfação.

Em resumo, o que parece ajudar pode prejudicar. Reconquistar clientes que desistem por alguma falha na comunicação é mais difícil do que conquistar novos. O WhatsApp é sim um aplicativo poderoso em vendas, mas as empresas precisam preparar os vendedores para usarem de forma profissional e com resultados acima da média. Experimente! Treine o seu time e se surpreenda com os resultados!

Jaques Grinberg é empreendedor, coach, palestrante, consultor e sócio em quatro empresas. Conhece na prática as dificuldades de manter um time qualificado e motivado. É considerado o maior especialista em coaching de vendas do Brasil e um dos palestrantes mais requisitados quando o assunto é vendas, fidelização de clientes e empresas familiares. Autor do livro 84 Perguntas que Vendem, um livro prático e interativo que traz técnicas e ferramentas do coaching de vendas para todos os profissionais e segmentos. Site: www.jaquesgrinberg.com.br

 

Obras de autoria de Jaques Grinberg

 

52 sacadas

52 sacadas para vender mais e melhor

84 perguntas que vendem

84 perguntas que vendem